domingo, 29 de maio de 2016

O Jovem Tímido



Certo dia, um jovem me disse que essa história de usar o pensamento para alcançar alguma coisa na vida era, para ele, pura balela.
_ Eu, por exemplo_ dizia ele _ sou tímido porque sou tímido. Vai me dizer que, se eu pensar que sou corajoso, deixo de ser tímido?
_ E por que você é tímido? perguntei-lhe.
_ Porquê, não sei. Só sei que sou tímido. Toda vez que tenho que falar em público me apavoro; não gosto de falar em rodas; fico sem graça quando estou num grupo; enfim, é isso aí.
_ E desde quando você é tímido? _ tornei a indagar.
_ Desde sempre, por certo.
_ Não é assim. Você começou a ser tímido quando lhe disseram que era tímido ou quando você começou a se julgar tímido. Timidez não é característica inata, não é essência do ser humano. Pois, se assim o fosse, todas as pessoas seriam tímidas, e não é isso que acontece.
_ Então, por que sou tímido?
_ Porque um dia você colocou esse padrão de pensamento na cabeça. Dai para frente, toda a vez que você diz que é tímido, ou pensa que é tímido, ou se julga tímido, ou age como tímido, está reforçando o pensamento da timidez. E o seu pensamento está reproduzindo a realidade correspondente. Você é tímido porque pensa que é tímido e sempre será tímido enquanto pensar que é tímido.
_ E o que ´é  que eu posso fazer?
_ Usar a força todo-poderosa do seu pensamento para vencer a timidez. Comece desde agora a pensar:" Eu sou corajoso. Eu sou corajoso. Eu gosto de falar em público e todas as pessoas gostam de me ouvir. Eu tenho uma conversa agradável e sou muito benquisto em todas as rodas. Todas as gurias gostam de me ouvir. Minha voz é agradável, minhas palavras são fluentes, meus assuntos são oportunos e todos adoram a minha companhia ".
_ E isso vai dar certo?
_ Não foi o pensamento que criou a sua timidez? Pois agora será esse novo pensamento que criará seu estado de alegria, segurança e auto-confiança toda vez que falar com outra pessoa.
_ Repita muitas vezes por dia, para si mesmo, aquelas afirmações e verá os resultados maravilhosos. Nunca pense em timidez. Todas as vezes que lhe sobrevierem impulsos de timidez, volte a insistir, com convicção, para si mesmo. " Eu sou corajoso; eu gosto de falar em público e todas as pessoas gostam de me ouvir. Eu tenho uma conversa agradável e sou muito benquisto em todas as rodas. Todas as gurias gostam de me ouvir. Minha voz é agradável, minhas palavras são fluentes, meus assuntos são oportunos e todos adoram a minha companhia."
Dias depois, encontrei-me com esse rapaz e ele estava feliz da vida:
_ Sabe, você tinha razão. Agora estou melhor. Tudo está dando certo.

Lauro Trevisan

Nenhum comentário:

Postar um comentário