quinta-feira, 9 de junho de 2016

O Macaco e a Raposa



Uma raposa tinha um rabo tão comprido e peludo, o qual andava sempre caído, sem graça,arrastando e varrendo o chão. 

Um macaquinho, que tinha uma cauda tão pelada, andava sempre triste e abatido, disse:
  Camarada raposa, você pode me ajudar. Dê-me o que sobra de sua cauda para suprir o que me falta; assim eu fico feliz com uma cauda bonita e você ficará mais elegante e mais leve.

A raposa então disse:
 Prefiro ter a minha cauda assim mesmo pesada e arrastando, do que dar-lhe uma parte.Cada um com o que é seu, cada um por si.

ENSINAMENTO :

Há muitos que antes querem conservar coisas inúteis e até nocivas (materialismo – conhece alguém assim ?), só por serem suas, do que doá-las a alguém que, aproveitando-as, retribuir-lhes-ia com tesouros que nunca são excessivos, ou seja,  às bênçãos dos desvalidos.
                                                         Desconheço o Nome do(a) Autor(a)

Nenhum comentário:

Postar um comentário